SEJA VOLUNTÁRIO

quinta-feira, 14 de julho de 2016

O ASSASSINATO DE UM TRABALHADOR

O assassinato de um jovem trabalhador na noite de hoje evidencia quão doente está nosso Corpo Social. Pode parecer um ato isolado de um delinquente sem coração, mas, assim como um organismo vivo nada acontece isoladamente numa sociedade (des)organizada. A maioria dos acontecimentos trágicos não ocorreriam ou seriam evitados num corpo social sadio. Em que a cabeça, o tronco, membros e todos os órgãos funcionassem adequadamente.

Olhando para Sergipe e Aracaju, vemos que muita coisa deixou de funcionar. Este corpo está à beira de um colapso. A infecção está generalizada. Servidores com salários parcelados, portadores de câncer sem tratamento, previdência em risco, fornecedores dos governos sem receber, empresas fechando, desemprego geral, violência sem precedentes.

E qual será o remédio para tentar curar e salvar esse corpo social? De quem é a culpa de estarmos nessa situação? É dos políticos? É do povo? É minha? É sua?

E aí, vamos ficar indiferentes dizendo que ninguém presta, pois não queremos ter trabalho de procurar? Ou vamos fazer diferente, arregaçar as mangas e nos envolver, participar?

Gente, as pessoas esclarecidas e que não dependem de dinheiro ou favores para escolherem em quem vão votar são a única esperança de mudança. Ainda existem milhares de cidadãos escravos da compra de votos e no cabresto de cargos fantasmas e benefícios particulares promovidos por corruptos.

Se nós cidadãos de bem não escolhermos criteriosamente nessas próximas eleições, teremos apenas uma eleição com menos votos mas com os mesmos que vem contribuindo para esse caos responsáveis por continuar tomando as decisões.

Hebert Pereira - Cidadão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário