SEJA VOLUNTÁRIO

terça-feira, 14 de junho de 2016

O DESAFIO DE FAZER NOSSA PARTE: 7 dicas para ajudar a escolher um bom candidato.



As pessoas estão desacreditadas com a política e com seus agentes, pois não se sentem representadas por eles. Além disso, a constatação diária de que a grande maioria que alcança o poder visa apenas se beneficiar dele faz com que os nossos representantes caiam em descrédito. Por isso, vemos muitos cidadãos com pouca disposição para irem às urnas nesta eleição e temos certeza que será muito grande o índice de abstenção.

Contudo, o que pode ser feito pela parcela da população que quer tentar fazer algo para melhorar o cenário político e de governança atual, de níveis gritantes de corrupção e ineficiência? Será que existem cidadãos, que mesmo humanos e com defeitos são pessoas de bem e com escrúpulos, que se dispõem a vencer as dificuldades (e o preconceito) de estarem na política pensando em contribuir com a melhoria da sociedade?

Sim existem! Acredito que a maioria da sociedade são pessoas de bem, que querem ver as coisas mudarem, que se importam com o próximo, que geralmente contribuem em projetos sociais, instituições filantrópicas, e principalmente, como um bom cidadão íntegro e cumpridor de suas obrigações. Mas, realmente, apenas uma minoria tem coragem de participar de uma eleição e tentar acessar a maior instância de decisão e execução de ações que geram impactos em toda coletividade. A política!

Por isso, os cidadãos que querem lutar pela preservação e evolução da democracia vão ter que se esforçar para achar essas pessoas na política. Para escolher direito é preciso conhecer. É necessário pesquisar e buscar referências sobre essas pessoas. Aprimorar a forma e os critérios para a escolha dos nossos representantes é a grande contribuição que nós cidadãos daremos para melhoria de nosso país. Portanto, para os que não sabem por onde começar, eu que já convivo mais de perto com a política, por ser Técnico Legislativo e por saber como funcionam os bastidores de campanhas eleitorais, darei 7 dicas para ajudar a escolher um bom candidato:

1) Não acredite no discurso do novo. Mesmo que o candidato nunca tenha sido eleito, investigue se ele já participa ativamente de algum grupo político e como esse grupo vem agindo na política. Todas as campanhas têm muitos “novos” que são apenas presentes velhos em pacotes novos;

2) Não aceite votar por mera indicação de amigos ou cabos eleitorais sem saber quem realmente é o candidato, o que ele propõe e por que a pessoa está pedindo votos ele. Muitas indicações são por simples amizade, ou porque recebem para isso, não por conhecer as ideias e acreditar na capacidade do candidato.

3) Não votar apenas pelo critério da amizade. Questione esse seu amigo se ele tem Projeto de Mandato, suas ideias e seus compromissos, pois para exercer bem a função política tem que estar preparado.

4) Não avalie bons candidatos pela estrutura de suas campanhas. A maioria dos nomes que se tornam mais conhecidos nas campanhas gastam grandes quantias fruto de venda do mandato a grupos de poder ou do desvios de verbas públicas que pagam exércitos de cabo eleitorais. O bom candidato normalmente tem uma campanha enxuta, com menos dinheiro e mais proposta, não tem cabos eleitorais, tem admiradores.

5) Ter uma boa lábia e um bom conjunto de propostas também não significa que o candidato irá realmente cumpri-las e agirá com integridade no mandato. Olhe o grupo que ele faz parte, avalie se seu discurso está baseado em prática anterior ou se condiz com o que vem praticando. Com bons marqueteiros candidatos inoperantes e sem histórico se tornam salvadores da pátria.

6) Não deixe de votar em quem acredita por achar que a pessoa não vai ganhar e que você vai “perder o seu voto”. Temos que acabar com a lógica do “ele é bom mas não vai ganhar então não vou perder meu voto”.

7) Por fim, a mais difícil, se estiver sendo beneficiado individualmente por um mau político, tenha coragem de cortar da própria carne e deixar de contribuir com a permanência no poder, de alguém que resolve o seu problema e causa diversos problemas para toda a sociedade.

Hebert Pereira – Cidadão!





Nenhum comentário:

Postar um comentário